Cursos específicos para BACEN e CVM   contato@macetesparaconcursos.com.br


FAQ - Frequently Asked Questions
A quem se destina o "Curso MACETES"?

  • Àqueles que já tenham visto Lógica, Estatística, Finanças e Economias em outros cursos ou na faculdade
    Caso você não tenha visto algumas das disciplinas supra, nós não o(a) impedimos de se matricular pois começamos do zero as matérias. Contudo, advertimos que o nível do curso é elevado e vai exigir empenho de sua parte!
  • Profissionais do segmento bancário
  • Economistas, Administradores, Contabilistas, Engenheiros e afins.
    Caso você ainda não tenha estudado as matérias do primeiro tópico, recomendamos os cursos EVP e Estratégia como excelentes bases.

O perfil de alunos do MACETES é, sem dúvida, aquele que já estudou e necessita daquele "algo a mais", daquele "empurrãozinho" para a tão almejada aprovação no Banco Central do Brasil - BACEN.


Minha área de formação importa?

Não! Sua área de formação não é impeditivo algum. Já tivemos aluno formado em ed. física, direito, administração, hotelaria, turismo, ... que passou. Tudo vai depender de sua determinação, foco e desejo/necessidade de uma vida com a tão sonhada estabilidade e com um ótimo ganho!

Quantas vezes posso assistir às aulas?

ILIMITADAS

Qual é o prazo para eu assistir aos cursos?

Da contratação até um mês após a prova. Esse um mês é para cobrir o prazo recursal.

Vocês oferecem o curso de Redação Discursiva?

Sim. Após o lançamento do edital, no mês que antecede a prova, faremos revisões de pontos importantes de economia, finanças, sistema de pagamentos brasileiro mais as matérias específicas de cada área. Proporemos temas para redação, cada aluno fará a sua, nós não temos capacidade de correção de todos os alunos (assim como também não tínhamos para quase cem alunos em 2013) mas disponibilizaremos o ‘Espelho da Correção’, que será uma redação elaborada por nós próprios e é o que se esperará de um aluno otimamente bem preparado ser capaz de redigir. Disponibilizamos este espelho da correção, discutimos cada ponto, cada vírgula por nós escrito dizendo o porquê de termos escrito, argumentado de uma maneira e não de outra. Repetimos os passos acima descritos por mais três finais de semanas (4 encontros), totalizando um mês dessa série de retrospectivas (revisão dos pontos importantes do ‘mundo’ Brasil pelos professores), Espelhos de Correção e Discussão (justificativas) dos porquês de termos escrito daquela maneira.

... E se mudar algo na legislação ou se a banca pedir tópicos novos?

HEDGE de Edital - Exclusividade MACETES. Caso a legislação seja alterada ou caso a banca, qualquer que seja ela, peça tópicos novos, não presentes nos editais passados e, portanto, não contemplados por nós durante os cursos, mas dentro daquelas matérias normalmente pedidas, nós - sem custos adicionais - ministraremos.

Mas e se a banca pedir uma outra matéria que não consta dos editais passados?

Neste caso, o aluno teria de contratá-la à parte. Neste caso, nós nos desobrigaríamos de prover tal curso. Imagine que a banca fosse a FGV e pedisse Psicologia, mecânica quântica, álgebra tensorial, por exemplo.

Por quanto tempo devo estudar para ficar competitivo para o BACEN?

Embora seja um bocado subjetiva a pergunta, ela é muito frequente. Nós recomendamos antecedência de 1 ano e 6 meses, no mínimo, a 2 anos. Baseamos nossa resposta nos números de nossa turma de 2013 e parte da de 2009 para BACEN.

Dentre os aprovados:
I) Estudaram mais de 2 anos = 57%;
II) Estudou entre 1,0 e 2,0 anos = 39%;
III) Estudaram menos de 1,0 ano = 4%

Evidente que esta estatística feita sobre os aprovados de 2013 (e parte dos aprovados de 2009) é fraca, no sentido de apontar uma "Verdade" em se tratando de Tempo Ótimo de estudo para o BACEN, mas, dá certa idéia da dedicação em tempo e determinação necessários àqueles que obtiveram sucesso.

Qual é a área/região de menor concorrência?

Bem, isso somente é possível de ser respondido após o fechamento das inscrições, mas aqui vai a nossa opinião com base nas turmas passadas:
Recomendamos às pessoas que prestem para a região onde querem residir. Ocorreu, em 2013, que havia número bem maior de vagas para Brasília. Só o Brasil inteiro pensou do mesmo jeito e prestou para Brasília. O resultado foi conforme o já esperado: Brasília teve a maior concorrência! Tivemos bons alunos que prestaram para Brasília e foram reprovados para aquela nota de corte, MAS, teriam sido aprovados caso tivessem prestado para a boa e velha São Paulo. Até onde sabemos, das 15 vagas para SP, aprovamos 7 delas.
"Até onde sabemos" significa que paramos a contagem em março de 2014 e não mais acompanahamos para ver se algum ex-aluno passou para qualquer regional do BC que fosse.

Um outro erro é fugir para a Área 6 por esta não ter Finanças, Estatística nem Econometria. Saibam: Vai para a Área 6 todo o universo de candidatos formados em cursos superiores das áreas que não sejam as de exatas. Pensou nisso? Na Área 6 a concorrência costuma sempre ser razoavelmente maior do que para a Área 4. Já que estamos falando em concorrência, saibam que vale a seguinte relação entre elas:

Área 3 << Área 4 < Área 6


Vocês dão algum apoio na etapa de recursos, após a prova?

Sim! Fazemos isso desde 2009. Executamos todas as questões das disciplinas por nós ministradas e fornecemos aos nossos alunos toda a fundamentação teórica para que entrem com medida administrativa (recurso) ou judicial, casos estes sob responsabilidade do aluno.

Posso adquirir somente algumas matérias?

Não, somente um dos pacotes.

Vocês terão novas turmas?

Não. Pois já tivemos o trabalho Dantesco de produzir essa série de vídeos e a próxima vez será somente no certame seguinte ao próximo.

Vocês terão turmas presenciais?

Não. O curso on-line apresenta muitas vantagens se comparado ao presencial. Por exemplo: 1) Você assiste no dia e horário que tiver disponível; 2) Pode assistir num horário em que não esteja exausto; 3) Evita o stress de deslocamento no tranquilo trânsito da Cidade de São Paulo; 4) Se você, por cansaço, cochilar, não haverá problemas; bastará voltar o vídeo quantas vezes precisar; 5) Passados alguns dias/semanas, poderá revisar algum ponto mais chato; 6) Evita a absurda quantidade de perguntas durante a aula feitas por aqueles que esperam que o professor os faça aprender sem maior esforço próprio e, por este motivo, caros alunos e interessados, um curso de 32h feito na modalidade on-line, equivaleria a um curso de algo entre 50 e 64 horas presenciais! Ou seja, você tem muito mais conteúdo na modalidae on-line.

Vocês têm plantão de dúvidas??

Não. Devido ao fato de o curso ser on-line, acabou impossível ministrarmos plantão. Para contornar este inconveniente de maneira totalmente satisfatória, para não dizer muito melhor, decidimos resolver TODAS as listas de exercícios, cada exercício, em vídeo. Ou seja, não sobrou sequer um sem resolução!

BACEN 2017/2018 - Possíveis alterações nos prazos

Nas edições anteriores deste certame, da autorização até o edital, havia um prazo de uns 3 meses e prova dali a mais 4 meses, totalizando 7 meses. Em média, era esse o tempo entre autorização, edital e prova para o BACEN. CONTUDO, fala-se, no BACEN, que devido à desesperadora carência de funcionários, nesta próxima edição do concurso, teremos intervalos mais exíguos, menores, entre a autorização, o edital e a prova. Ao invés de 7 meses, edital passado, falam em, no máximo, 5 meses após a autorização!

Vocês farão Simulados?

Sim. Terão início após o final da etapa de gravação das disciplinas. Funcionará como uma espécie de revisão, de memorex. Tais simulados são destinados aos nossos alunos, sem custos adicionais, e também aos nossos não-alunos, mediante remuneração a ser oportunamente divulgada. O resultado do simulado será publicado em nosso site com um ranking! Observamos que o público externo não terá direito à parte de treinamento nas discursivas.

Motivação (dicas do órgão, atribuições do cargo etc)

Faremos isso no decorrer de 2017 e 2018. Começaremos pelo próprio professor Enrico Dalla Riva que é Analista do BC em SP e é quem ministra os cursos dentro do BC aos que ingressam na instituição.

Avaliação de perfil do candidato (formação profissional x atribuições do cargo) Não é coaching. Muitos pensam apenas na remuneração...

Isso nós já fazemos quando entramos em contato telefônico com os alunos antes de ocorrer o fechamento do negócio e pagamento do curso. Por isso sempre pedimos que nos informem um fone para contato; para ligarmos antes da contratação a fim de darmos outras orientações, sugestões, encaminhamentos.

Vocês têm material em PDF?

SIM e NÃO.

SIM para matérias que possuem normativos, como SFN (Sistema Financeiro Nacional + Sistema Brasileiro de Pagamentos), Finanças, COSIF (Área 4), IASB (Área 4), CPC (Área 4) e Supervisão (Área 4).
NÃO para matérias técnicas como Lógica, Estatística, Microeconomia, Macroeconomia, História da Economia Brasileira e Econometria (Área 3).

Justificativa:
Enquanto o Curso Macetes foi em PDF, aprovava aproximadamente 9% da turma. Quando passou a ministrar aulas presenciais (ou agora, em vídeo), saltou para quase 47% de aprovação da turma. A justificativa está no fato de o ensino de disciplinas técnicas como economias, estatística, econometria se operar de forma muito mais eficiente (aprender mais em menos tempo) quando um professor executa todos os passos do desenvolvimento teórico e resolução de exercícios na lousa, comentando cada passagem, executando cada gráfico, ao invés de esta explicação toda de um conteúdo pesado – afinal, trata-se de uma prova para o BC – vir somente em texto PDF ou livro.

Trata-se de uma linha de ensino que se mostrou muito funcional; NAS MATÉRIAS TÉCNICAS nós obrigamos nossos alunos a copiarem TUDO o que é passado na lousa e falado. De propósito não fornecemos PDFs que não sejam tabelas estatísticas ou meras listas de exercícios. Já nas outras matérias, disponibilizamos PDFs, além das vídeo aulas. É bem sabido que a tarefa de copiar já é um segundo estímulo, uma segunda aprendizagem para o aluno; a primeira é assistir em vez inédita, a segunda é copiar o que acabou de assistir. A ideia é simples; copiando, você está numa postura muito mais ativa do que somente lendo mecanicamente, quando está mais passivo. Sem falar no fato de o teor dos editais para o BACEN/CVM exigirem matérias em nível muito aprofundado, caso produzíssemos apostilas, estas seriam próximas a livros; ou seja, melhor seria indicar livros a vocês. MAS, insistimos: Não! Não é necessário livro. Tudo será passado em lousa e comentado. Já no caso de matérias que envolvem normativos, textos, disponibilizamos, além das vídeo aulas, também PDF com teoria.